Quinta-feira, 7 de Maio de 2009
yelelelleleellele

dedicado ao meu parceiro

 

 

 

yelelellelelellelleleleleleleleleleleleelele =)



publicado por Radioativo às 02:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

e outra vezzzz

continuuuuuuua

 

 

bablaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.  babla



publicado por Radioativo às 02:29
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas e coisa e coisas

aiii e tantas coisas

 

irrrrra

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e repete

 

e chega

 



publicado por Radioativo às 02:27
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
tempo

Talvez por andar demasiado ocupado com trabalhos e leituras ande sem disponibilidade mental para escrever textos originais, o que se tornará ainda mais premente ao longo dos próximos meses. Não deixo de relembrar, porém, coisas que há tempos escrevi e que me parecem actuais, novamente, a respeito da nova lei de levantamento do sigilo bancário,  em relação à qual já relembrei um outro post. Desta feita, referindo-me a esta lei tendo em conta a sua apresentação como medida anti-corrupção, não posso deixar de assinalar, em primeiro lugar, este post do João Miranda:

 

Um sistema suficientemente corrupto torna-se capaz de gerar rendimentos lícitos para os seus membros. Isto porque os tentáculos do sistema conseguem chegar a todos os órgãos legítimos do regime. Conseguem chegar à justiça, ao Parlamento, ao governo, à administração pública e à polícia. A corrupção deixa de ser uma actividade marginal e torna-se rapidamente na forma de funcionamento normal e legal do aparelho de Estado.

 

Tomando este mote, em geral, em relação ao combate à corrupção, agora brandido pelo executivo actual, recupero parte deste meu post (a transcriçao retirada de Syriana é precisamente o vídeo que podem encontrar em cima):

 

Relembro o que um congressista norte-americano diz numa película fantástica que vivamente aconselho, Syriana, que na falta do DVD, retirei daqui:

"Corruption? Corruption ain't nothing more than government intrusion into market efficiencies in the form of regulation. That's Milton Friedman. He got a goddamn Nobel Prize. We have laws against it precisely so we can get away with it. Corruption is our protection. Corruption is what keeps us safe and warm. Corruption is why you and I are prancing around here instead of fighting each other for scraps of meat out in the streets. Corruption is why we win."

A profundidade desta deixa não pode passar despercebida. Tal como referia, o Direito dedica-se ao que deve ser para que possa precisamente justificar o que é. Por outro lado, na senda da famosa frase de Montesquieu de que "todo o índividuo investido de poder é tentado a abusar dele" penso ser apropriada a assumpção de Schumpeter de que o homem ao entrar no domínio da política perde grande parte da sua capacidade racional, tornando-se eminentemente um ser associativo que funciona por interesses. Analisando isto à luz dos ensinamentos aristotélicos, tendo em especial consideração que "o homem é um animal político por natureza", então logicamente se concluirá que a passagem do estado de natureza para o estado social por via contratualista implicará sempre uma base de corrupção, especialmente quando se trata dos povos latinos possuidores de uma tendência inata para a corrupção,
que no caso português começa ao mais baixo nível com a chico-espertice que não é alheia aos que ao mais alto nível se imiscuem de dar o exemplo, apesar de muitos terem bonitos e até épicos discursos contra a corrupção.

 

Leitura complementar: Corrupção Sistémica e O país da corrupção sem corruptos.



publicado por Radioativo às 06:57
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

bablaaaa
História do Dia do PAI

Tudo começou em 1909, quando Sonora Louise Smart Dodd, de Spokane, Washinton, teve a ideia de escolher um dia especial para homenagear os pais, depois de ouvir um sermão no Dia da Mãe.



Sonora Dodd queria homenagear o seu pai, William Jackson Smart, um veterano da Guerra Civil. Depois da morte da sua mulher, em 1898, o Sr. Smart passou a cuidar sozinho dos seis filhos do casal numa quinta no leste de Washington.



Já adulta, Sonora Dodd compreendeu a força e a generosidade demonstradas pelo seu pai ao criar os filhos sozinho. Com o apoio da Associação Ministerial de Spokane e da Associação de Jovens Cristãos, redigiu uma petição em que recomendava a aceitação de um Dia Internacional do Pai.



Graças aos esforços da Sra. Dodd, o primeiro Dia do Pai foi celebrado a 19 de Junho de 1910, em Spokane. Aproximadamente ao mesmo tempo, em vários locais por toda a América começava a comemorar-se um “Dia do Pai” e em 1924 o Presidente Calvin Coolidge apoiou publicamente a ideia de um Dia do Pai a nível nacional.



Finalmente, em 1966, o Presidente Lyndon Johnson assinou uma proclamação presidencial, em que decretava o terceiro Domingo de Junho como o Dia do Pai. Em 1972, o Presidente Richard Nixon introduziu o Dia do Pai na lei.



A partir desta data, passou a homenagear-se não só o pai, mas todos os homens que representam a figura paterna, como o avô, o padrasto ou o tio.



Dia do Pai no Mundo



Em Portugal (assim como na Itália) o dia escolhido para homenagear os Pais é o dia 19 de Março que é também o Dia de S. José.



Na África do Sul, Brasil e Austrália, festeja-se o Dia do Pai no segundo Domingo de Setembro, mas não é nada tradicional.


Na Alemanha não existe um dia oficial dos Pais, esse dia é celebrado na mesma data que Jesus Cristo ressuscitou; os festejos compreendem acções como fazer piqueniques e passear com os filhos.



Na Argentina é festejado no terceiro Domingo de Setembro, neste dia as famílias juntam-se e praticam várias actividades de lazer.



No Canadá é festejado no dia 17 de Junho, é uma data mais voltada para o consumismo, não havendo preocupação em juntar as famílias.



Na Grécia é uma comemoração muito recente e surgiu por existir o Dia da Mãe, e é comemorado no dia 21 de Junho.



Na Rússia não existe a denominação Dia do Pai, comemoram o seu dia no dia 23 de Fevereiro e chamam-lhe “o Dia defensor da Pátria”.



publicado por Radioativo às 06:55
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

.posts recentes

. yelelelleleellele

. e outra vezzzz

. coisa e coisas e coisa e ...

. tempo

. bablaaaa

blogs SAPO